Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Mãe é aquela que dá amor!!!

por mimi, em 06.03.09

Hoje à hora de almoço, vi um programa de televisão, onde debatiam o julgamento de uma mãe que matou o filho.

 

Eu não conhecia a história, e do que ouvi, além de me deixar indignada, parece que tenho um nó na garganta até agora.

 

Uma mãe matou o filho de 6 anos, deliberadamente, enfiando-lhe duas caixas de comprimidos pela boca abaixo e dando-lhe água para que ele não os vomita-se.

A razão apontada para ela ter ter feito isso é que considerava o filho o único culpado pelo facto do namorado a ter abandonado.

 

Depois o mais extraordinário é que foi condenada a 5 anos de prisão com pena suspensa, porque a avaliação psicológica provou que ela não estava em si, estava com uma grande depressão e agora está de férias no Brasil.

 

Afinal o que aconteceu aqui? Alguma coisa não está certa? Uma mulher mata o filho e não é presa? Como é que é possível? Quem garante que não volta a engravidar, a ter outro filho e quem sabe a matá-lo também. Será que uma mulher destas não deveria cumprir uma longa pena e além disso fazerem com que jamais pudesse ter outro filho?

 

Sempre o disse e cada vez estou mais certa disto: Mãe não é quem dá a vida, mas sim quem cria, dá amor, carinho, colo, atenção...

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Cloudy a 06.03.2009 às 19:50

Isto leva a outra questão. Há mulheres que não sabem ser mães, não têm qualquer instinto maternal. Não sabem cuidar delas quanto mais de uma criança, que não a vêm mais do que um empecilho! E recriminam o aborto. Abortar é crime... matar o filho depois de estar cá fora é um mal menor a ponto de terem pena suspensa. Não dão condições a uma mulher para fazer um aborto com as mínimas condições de higiene e saúde, caso assim o desejem, mas o prémio por se ter livrado de uma criança de 6 anos é uma viagem ao Brasil?!
Algo está muito errado na mentalidade desta gente. E o mal começa de cima que fazem leis que interpretam a seu bel-prazer a dignidade humana...
Imagem de perfil

De mimi a 09.03.2009 às 09:13

Realmente, é muito difícil conseguir entender os critérios e as decisões de penas de prisão neste caso.

Bjs

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2007
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2006
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D