Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





7 Maio 2006

por mimi, em 05.05.06

 

 

Quando eu nasci,

ficou tudo como estava,

nem homens cortaram as veias,

nem o sol escureceu, nem houve estrelas a mais...

Somente,

esquecida das dores,

a minha mãe sorriu e agradeceu.

Quando eu nasci

não houve nada de novo

senão eu.

As nuvens não se espantaram,

não enlouqueceu ninguém...

Para que o dia fosse enorme,

bastava

toda a ternura que olhava

nos olhos da minha mãe.

José Régio

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De anónimo a 05.05.2006 às 16:31

que bonito poema. adorei
Sem imagem de perfil

De Ana a 08.05.2006 às 13:26

Sobre o Autor José Régio :
(pseudónimo de José Maria Reis Pereira ).
Nasce em Vila do Conde em 1901 e vai estudar na Escola Académica, no Porto, onde viveu como semi-interno, enquanto foi aluno do Liceu Rodrigues de Freitas.
Após o curso da Escola Normal Superior de Coimbra e o Exame de Estado , inicia a sua actividade de professor do ensino secundário no Liceu Alexandre Herculano numa breve passagem de apenas um ano.

Entre as suas obras destaca-se:
"Jogo da Cabra cega" 1934
" O príncipe de orelhas de Burro" 1942"
"EL - REI Sebastião" 1949
"A chaga do Lado" 1954"
"O filho do Homem" 1961
"Há mais Mundos " 1963
"Vidas são vidas" 1966


Recebe o Grande Prémio da Novelística atribuído pela Sociedade Portuguesa de Escritores, pela obra publicada no ano anterior, Há Mais Mundos.
Aposentado do ensino, entrega-se à sua escrita e passa a colaborar com regularidade no jornal Diário de Lisboa.

Morre em 1969 22 de Dezembro.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2007
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2006
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D