Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





ÚLTIMO ESTÁGIO DO AMOR

por mimi, em 17.12.08

 

Em conversa com um casal amigo, surgiu o tema sexo. E a minha amiga comenta que enquanto o marido tem uma vontade insaciável de sexo, ela pelo contrário, é a última coisa que lhe apetece, depois de um dia de trabalho, os afazeres de uma casa e com dois filhos em idade escolar, que lhe requerem atenção o tempo todo, quando cai na cama, só quer dormir e descansar.

 

Claro, o marido queixa-se, mesmo na nossa presença desse facto tão íntimo.

 

Eu não sendo uma "expert" no assunto, tento chamá-los á razão. E então pergunto ao marido: Quando foi a última vez que sairam só os dois, para um jantar romântico, por exemplo? Ou então, quando foi a última vez que lhe ofereceste flores?

Claro que eles nem se lembravam da última vez em que fizeram um programa romântico. E isso aliado ao stress do dia a dia, especialmente nas mulheres, afecta a vontade e o prazer do sexo.

 

No meu caso, estou casada á 16 anos e claro que já passei por altos e baixos na relação, mas com o tempo, vamos aprendendo a alimentá-la para que ela não morra.

 

E sim, é possível evitar o desgaste duma relação.

 

A nível sexual o mais importante quando passa a fase da paixão é a imaginação, porque senão o casal cai na rotina e aí sim a relação pode começar a ficar abalada.

 

Depois, para quem tem filhos, é muito importante o casal, continuar a dar valor e atenção á relação a dois. Bastam pequenas coisas no dia a dia, um pequeno gesto, uma pequena carícia inesperada, um amo-te saído do meio de um telefonema, etc.

 

O Amor Maduro é tão bom, basta o casal não se dispersar do seu objectivo de vida e evitar cair na rotina.

 

Então a palavra de ordem é IMAGINAÇÂO.

Autoria e outros dados (tags, etc)


15 comentários

Sem imagem de perfil

De Bichana a 17.12.2008 às 12:26

Os homens têm 12 vezes mais testerona do que as mulheres estrógeno... é natural que a apetência para o sexo seja muito maior! E não têm as responsabilidades e preocupações que uma mulher tem... isto aliado ao facto de na minha modesta opinião de serem muito mais egoístas...
Bjnhos
Sem imagem de perfil

De Cloudy a 17.12.2008 às 15:50

Concordo plenamente; maldita rotina! Maldito egoísmo masculino. Às vezes penso que eles arranjaram em nós uma segunda mãe. O que pode haver de mais "desestimulante" depois de um dia de trabalho do que chegar a casa, encontrar tudo por fazer e a maior parte das vezes saber que quem está do lado mal mexe uma palha para ajudar! Se chegamos mais animaditas a casa, o ânimo perde-se logo ali... Ah, isto sem esquecer que com sorte, ainda reclamam por estarmos de mau humor. Muito sinceramente acho que a responsabilidade pode vir tanto da mulher como do homem, mas se eles cuidassem um pouco mais de nós, se ajudassem mais, se prestassem mais atenção à vida do casal no dia a dia e não só ao próprio umbigo, talvez a própria mulher não se sentisse tão desanimada, tão estafada e se libertasse mais naturalmente para devaneios românticos...
Sem imagem de perfil

De Perfume a 17.12.2008 às 16:26

Cloudy e Bichana, desculpem discordar.A teoria de que os homens não ajudam são desculpas da minha avò. Deixem chegar-lhes a mer&a ao nariz e veram se não metem maõs ao trabalho. Há é muitas mulheres que se queixam mas qd os homes ajudam em vez de estimularem , não, mandam abaixo e depois sim - ficam com motivos de queixa.
Às vezes há que tentar, que a vontade aparecerá.Garanto-vos que vale a pena e no dia a seguir até se fica com a pele mais macia.
Sem imagem de perfil

De Cloudy a 17.12.2008 às 16:31

Cara amiga, acredita que tenho tentado muito isso e já tenho tido alguns (poucos) progressos. É a impaciência da minha luta de dois anos de vida a dois contra 22 anos de maus hábitos trazidos da mãezinha... Mas uma coisa eu garanto! Quando ele se lembra de fazer alguma coisa não o deito abaixo, pelo contrário... ele acha é que por quinze dias já chega!
Imagem de perfil

De mimi a 19.12.2008 às 12:24

Olá,

Concordo, embora ás vezes a culpa tb seja da mulher. Quando comecei a viver com o meu marido as coisas não começaram bem desse ponto de vista, mas aos poucos fui exigindo e hj posso dizer que me ajuda bastante, não sendo do tipo de homem que chega a casa e senta a ver TV e a mulher que trabalhe.

Bjs
Imagem de perfil

De mimi a 19.12.2008 às 12:16

Olá,

Concordo contigo.

Bjs
Sem imagem de perfil

De Perfume a 17.12.2008 às 14:09

Apesar de andar muito ocupada, tinha que mandar bitaites sobre este post...
Eu sou a prova de que rotina se instalou há muito a nivel sexual, mas , conseguimos arribar a coisa experimentando partes da casa; a varanda numa noite verão( com medo de sermos apanhados pelos vizinhos dá uma tusa!); um filme pornográfico; uma saida mais ousada.
E funciona. Na verdade é como tu dizes, basta usar a imaginação. Belo texto e boas quecas!
Imagem de perfil

De mimi a 19.12.2008 às 12:18

Olá,

Obrigada pela parte que me toca vou tentar fazer por isso.

Bjs
Sem imagem de perfil

De Luz a 17.12.2008 às 16:33

Gostei muito desde post. Acho que toda relação, com o tempo, passa por algo parecido. O bom é que o marido ainda deseja a esposa, porque não é raro que esse estágio c hege com ele buscando na rua o que não deseja mais em casa. Sendo assim, acho eu que eles têm tudo para superarem essa fase. Boa sorte aos seus amigos! :-)

Imagem de perfil

De mimi a 19.12.2008 às 12:19

Olá,

Eu penso que enquanto o casal se amar, há sempre uma hipótese de a relação funcionar, valendo sempre a pena o esforço.

Bjs
Imagem de perfil

De cigana a 17.12.2008 às 23:54

Belo post! São os pequenos segredos que fazem toda a diferença num bom relacionamento. Por isso é que é mais fácil embarcar em paixões do que alimentar relações duradouras.
Imagem de perfil

De mimi a 19.12.2008 às 12:20

Olá,

Concordo contigo, e sim é mais fácil embarcar em paixões, mas alimentar uma relação duradoura que valha mesmo a pena, nada a iguala.

Bjs
Sem imagem de perfil

De jabeiteslp a 18.12.2008 às 14:20


imaginação
de acordo e muita razão
mais coisas assim piropo lá
tudo é paixão
mas se me posso referir
sexo acto com sentimento
uma vida a dois
dá aos sentidos um outro mais envolvente momento
é saber
é conhecer geografia corporal
é saber
e saber morrer nuns segundos por ser
renascer

joca da Covilhã
um bom fim de tarde


Imagem de perfil

De mimi a 19.12.2008 às 12:21

Olá,

Gostei da descrição, e concordo.

Bjs
Sem imagem de perfil

De jabeiteslp a 19.12.2008 às 21:47


a flor que há em ti...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2007
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2006
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D