Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





TRAIÇÃO

por mimi, em 25.11.08

 

 

Nos últimos dias tem corrido por aqui um boato. Como inclui gente importante da terra é um alarido geral. Consta-se que um político, casado e pai de dois filhos foi apanhado em flagrante com uma mulher casada, empresária e mãe de dois filhos em situação comprometedora.

 

Pela parte dela, e pelo que consta é normal e hábito frequente. Tem uma necessidade extrema de sexo e de correr riscos, pelo que contam os "amigos" mais chegados.

No caso dele, acho que vai acabar por lhe arruinar o casamento.

 

Esta história fez-me pensar.

No meu caso, seria incapaz de perdoar uma traição. Se calhar deve-se á minha formação ou ao facto de ser incapaz de trair.

Eu sou um bocado radical e de ideias formadas em relação a determinados assuntos.

Este assunto é um deles.

 

Não existe nada que justifique uma traição. Para mim quando alguém tem a necessidade ou se sente tentado a trair o seu companheiro, é porque a sua vida enquanto casal deixou de fazer sentido.

 

Eras capaz de perdoar uma traição?

Eras capaz de voltar a confiar nessa pessoa?

Autoria e outros dados (tags, etc)


13 comentários

Imagem de perfil

De mamaepedro a 25.11.2008 às 11:17

Eu era incapaz de trair, por respeito por mim e por ele, claro!

Beijokas
Imagem de perfil

De mimi a 26.11.2008 às 11:13

Sou exactamente da mesma opinião.

Bjs
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 25.11.2008 às 12:09

Há muito que aprendi que só sei como vou reagir a uma situação depois de passar por ela. Talvez porque já me deparei com situações na vida em que reagi completamente ao contrario de quilo que sempre achei que seria.

É evidente que à primeira vista todos dizemos que não perdoariamos uma traição, conheço pessoas que já trairam, que até tem vidas duplas e continuam a dizer que não perdoariam uma traição... até que um dia descobrem e. ....

Beijinho
Jorge
Imagem de perfil

De mimi a 26.11.2008 às 11:15

E tb acho que depende da personalidade de cada um e da capacidade de seguir em frente...
Mas claro que concordo contigo, só depois de se passar por uma situação em concreto, conseguimos ver efectivamente a nossa reacção.

Bjs
Sem imagem de perfil

De Ribatejana a 25.11.2008 às 14:22

Depende muito dos contornos da traição, do que motivou, da gravidade da situação e da minha responsabilidade directa ou indirecta nela. Acho que seria capaz de perdoar... errar é humano. Talvez a confiança ficasse abalada, mas se a pessoa me continuasse a amar e como já disse, dependendo do que levou à traição, acho que era capaz de perdoar.
Imagem de perfil

De mimi a 26.11.2008 às 11:17

Conseguir perdoar o outro é uma qualidade que poucos têm.

Eu vou tentando perdoar aquelas pequenas traições da vida, sejam elas de amigos ou familiares, mas confesso que nem sempre consigo.

Bjs
Imagem de perfil

De * * Grilinha * * a 25.11.2008 às 15:08

A tua pergunta é pertinente mas acredita que qualquer resposta dada aqui pode cair por terra em presença de uma situação real.

A traição é uma ferida (cicatrizada ou não) que se mantém a marca pelo resto da vida mas não é impossivel de se continuar a viver com uma ferida cicatrizada.

Não te sei responder a esta questão pois ao fim de 30 anos de casamento a confiança e dedicação é tamanha que não há margem para qualquer dúvida de fidelidade.

Um beijinho
Imagem de perfil

De mimi a 26.11.2008 às 11:18

Posso dizer que escreveste por palavras o que sinto sobre este assunto.

Bjs
Sem imagem de perfil

De Perfume a 25.11.2008 às 17:00

Depende da traição. Lá em casa temos o lema " olha mas não come" e se pensar em comer - e bom lembrar que eu posso estar a comer tb noutro lado.
Quanto ao perdoar - não. Salvo raras excepções. Quem trai uma vez, trai duas ou três. E jamais voltaria a confiar nessa pessoa.
Belo post. Pepita em alta.
Imagem de perfil

De mimi a 26.11.2008 às 11:20

Também sou dessa opinião, quem trai uma vez, trai duas ou três....

Bjs
Imagem de perfil

De bomamigo a 25.11.2008 às 21:39

É um tema que se teme, mas minha amiga sabendo nos que os cinco dedos da mão nenhum é igual após 33 anos de casado não tenho resposta para te dar, errar é humano agora o erro é que é preciso saber reconhece-lo e lidar com ele, se partes uma perna caminhas por vezes com dificuldade mas caminhas, com um erro destes vindo a publico será muito complicado, mas como sabes é um dos petiscos das selastes beijinho bomamigo
Imagem de perfil

De mimi a 26.11.2008 às 11:21

Gostei do teu comentário e concordo...
Pepita
Sem imagem de perfil

De Douglas a 04.06.2012 às 02:10

Já pensou que talvez alguém que esteja a trair, o faça por que seu ou sua parceira não o satisfaz? Ai você diria talvez, então deve-se deixar esse companheiro? Mas e quando você ama essa pessoa, não consegue deixa-la de modo algum, mas precisa de mais sexualmente falando? E pode ter certeza, só quem passou por algo assim sabe com certeza se perdoaria ou não...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2007
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2006
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D