Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Ó Pra Mim!!!!

por mimi, em 14.10.08
Quem quiser ir espreitar como fiquei depois de ser maquilhada pela Olga Cardoso Pinto:
http://consultoriodemoda.blogs.sapo.pt/tag/atelier
 
Lembram-se daquele passatempo do Consultório de Moda que eu ganhei e de que falei aqui.
 
Então a consulta de moda e imagem foi no passado sábado, e sinceramente superou as minhas expectativas, e ainda não recebi o mais importante, que é um dossier completo sobre tudo o que me foi dito e aconselhado exclusivamente para mim:
Pontos mais importantes estudados:
 
Cabelos: Cor, comprimento, e corte;
Vestuário: Definição de tipo de corpo (Triângulo invertido), Tendência Outono/Inverno que melhor se adequa a mim: cores, cortes e tecidos, peças bases a ter no guarda-roupa, etc.
Maquilhagem: Definição de tipo de rosto (oval)
 
Depois disto só posso dizer que adorei e aconselho vivamente a todas as mulheres.
 
Obrigado Olga Cardoso Pinto, pela sua simpatia, simplicidade e profissionalismo.
 
 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


PSEUDO AMIGOS

por mimi, em 13.10.08

 

Ultimamente, já foram várias as pessoas que comentaram comigo: "O que se passa? Ultimamente andas quase sempre de sorriso nos lábios?"

 

A resposta é simples: Afastei-me daqueles "pseudo amigos", que de amigos nada têm, pelo contrário o que os move é a inveja e que quando abrem a boca é quase sempre só para criticar. Este tipo de pessoas simplesmente faz-me mal, felizmente ou infelizmente só á pouco tempo me apercebi de tal facto. Mas o que acontecia é que quase sempre que estava com eles ficava em baixo, angustiada, desmotivada e a pensar que realmente o defeito deveria ser meu, mas ainda bem que acordei e não, o defeito não é meu, é dessas pessoas que fazem da sua infelicidade e das suas tristes vidas um pretexto para criticar tudo e todos.

 

Á uns meses desliguei completamente de uma pessoa assim e agora à cerca de 1 semana de outra. Penso que limpei os pseudo amigos da minha vida, só espero não ter mais nenhuma surpresa, porque esta é uma decisão muito difícil de ser tomada.

Autoria e outros dados (tags, etc)


"EU SEI"

por mimi, em 10.10.08

 

Eu Sei - Sara Tavares

 

Se eu voar, sem saber onde vou...
Se eu andar, sem conhecer quem sou...
se eu falar, e a voz soar com a manhã
Eu sei... ei ei ei

refrão:
Se eu beber dessa luz que apaga a noite em mim,
E se um dia eu disser que já não quero estar aqui,
Só Deus sabe o que virá,
Só Deus sabe o que será,
Não há outro que conhece tudo o que acontece em mim!

Se a tristeza é mais profunda que a dor..
Se este dia já não tem sabor...
E no pensar que tudo isto já pensei...
Eu sei... ei ei ei

Refrão

Se eu beber dessa luz que apaga a noite em mim,
E se um dia eu disser que já não quero estar aqui,
na incerteza de saber o que fazer, o que querer,
Mesmo sem nunca pensar, que um dia vais pensar...
Não há outro que conhece tudo o que acontece em mim...!
 
 
BOM FIM DE SEMANA

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Ainda sobre a Alergia

por mimi, em 10.10.08

 

 

Ainda sobre o post de ontem.

 

Como ontem era dia de atendimento da D.T., dirigi-me lá com o intuito de ser esclarecida sobre o que se passou.

A D.T. já estava a par, porque o meu R. lhe tinha contado. Dirigimo-nos as duas ao refeitório e pedidos os esclarecimentos, qual não é o meu espanto, quando a responsável pela cozinha, nos diz: só se foi por ter servido a comida para o prato com a mesma colher com que estava a servir os outros de massada de peixe. Garantindo que a massa foi feita de propósito para o meu filho.

 

Com esta explicação, não consegui protestar muito mais, mas sempre fui dizendo que achava muito estranho ele ter tido uma reacção tão violenta, se procederam daquela forma.

 

Cá entre nós, não acreditei na desculpa inventada, assim em cima do joelho, mas também preferi conter-me, porque depois quem poderia sofrer, seria o meu R. E resolvi dar o assunto por encerrado, quando me garantiram que o mesmo não se repetiria.

Autoria e outros dados (tags, etc)


ATESTADO DE BURRICE

por mimi, em 09.10.08

 

O meu filho R. desde que começou a comer sólidos que é alérgico a peixe e inicialmente tb a ovo.
Por volta dos 4 anos deixou de ser a ovo, mas hoje com 12 anos, ainda continua a ser a peixe, praticamente a todos os peixes, excepto (se forem frescos) a lulas, atum de lata e camarão.
 
Como ele este ano mudou de escola e almoça todos os dias lá, resolvi, logo no início do ano ir falar com a directora da turma, para ver se poderiam arranjar uma solução no refeitório para os dias em que a ementa é peixe.
Foi muito atenciosa, disse logo que sim, que era um caso prioritário, porque se faziam comida especial para os alunos e professores que estavam de dieta, concerteza também fariam um prato diferente para o meu filho quando fosse peixe.
Nesse mesmo dia a ementa era bacalhau e ela foi ter com o meu R. e disse-lhe quando fosse para o refeitório para dizer que era o aluno alérgico a peixe. Até ontem tudo tem corrido bem. Ontem o almoço era maçada de peixe, então quando chegou a vez do meu R., foram buscar um prato com massa (retirada da maçada de peixe) e juntaram um bife de peru. O que aconteceu é que ele ao comer a massa, começou logo a sentir-se mal, à volta da boca ficou todo vermelho e com a sensação de dificuldade em respirar, com a garganta apertada (a inchar), o que é muito perigoso.
Saiu do refeitório aflito, a chorar, mas felizmente ao cabo de ½ hora começou a melhorar. Já em casa disse-me que foi uma das piores vezes em que situação semelhante lhe aconteceu.
 
Eu penso com os meus botões, será que aquelas alminhas não pensaram que ao cozinhar o peixe com a massa, esta iria ficar com os nutrientes do peixe e que eventualmente faria despontar a alergia no miúdo. Por acaso não teve consequências mais graves além do incomodo que é querer respirar e não se conseguir. Imaginem que a garganta inchava tanto que deixava mesmo de conseguir respirar.
Espero que este episódio lhes tenha servido de exemplo, para que não volte a acontecer.

Autoria e outros dados (tags, etc)


SOB DISFARCE!!!

por mimi, em 08.10.08

 

 

 

Em alguma altura da vida, por este ou aquele motivo, todos de uma forma geral, já quisemos parecer o que não somos.

 
Uns, (muitos), tentam disfarçar a falta de dinheiro;
Outros tentam a todo custo aparentar que têm um casamento feliz;
E aqueles que passam horas no ginásio, para compensar os excessos cometidos na comida;
 
E falta aquele disfarce, que muitos usam, parecer que são felizes, que têm uma vida perfeita.
 
Pergunto eu a quem me lê:
Qual é a graça de parecer perfeito? De parecer feliz? De parecer rico? De parecer uma pessoa realizada?
 
Será que o parecer chega, para vivermos uma vida com dignidade e com alguma felicidade.
Quem é que acredita que exista alguém 100% feliz? Eu não acredito. Existem sim momentos da nossa vida que nos fazem felizes intercalados com outros que nos deixam tristes, que nos colocam em baixo.
 
Isto sim é uma vida perfeita, aqueles que sem disfarce assumem as suas imperfeições, tanto para si mesmos como para os outros.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Quando chove...

por mimi, em 07.10.08

...fico assim, sem inspiração. Então aqui fica mais uma das minhas preferidas.

 

Klepht - Por uma Noite

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


RESCALDO DA FESTA

por mimi, em 06.10.08

 

 

 Depois de ter subido e descido mais de 100x as escadas, para colocar tudo nas mesas, acabaram por aparecer 38 pré-adolescentes sem contar com o meu, com pouca vontade de comer (sobrou imensa comida, a única coisa que comeram bem foram as pizzas), e de me ter juntado a eles a dançar, cheguei ao fim do dia completamente exausta.

 

 

Tirando esse pequeno pormenor, correu tudo muito bem.

 

E durante a festa, deparei-me com uma situação muito curiosa, as raparigas são muito mais maduras que os rapazes.

Isto é, eu já sabia, mas nunca tinha pensado que se notasse tanto. Os rapazes nesta idade (12 anos) ainda têm muitos comportamento de criança, agora as raparigas comportam-se como verdadeiras senhoras, divertem-se é claro, mas sem ser com brincadeiras parvas, dançam, conversam e chegam de malinha ao ombro e tudo, enquanto os rapazes só pensam em jogar Playstation, jogar à bola, empurrarem-se uns aos outros, etc.

 

Mas o pior de tudo foi quando a festa terminou, pelas 21h, e eu tive que arrumar tudo, valeu-me a ajuda do marido, senão acho que tinha deixado metade para o dia seguinte.

 

Agora a próxima que se segue, é já no próximo dia 25 de Outubro, dia em que o meu G. faz 2 anos.

E não menos trabalhosa, porque vou convidar a família para jantar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mudam-se os tempos....

por mimi, em 02.10.08

 

Vou ter um fim de semana prolongado, mas muito trabalhoso. Amanhã não venho trabalhar.

 

Sábado vai ser a festa de aniversário do meu filho R. e pelo que sei, já entregou à volta de 40 convites.

Estão a ver a minha vida.

Vou fazer a festa lá em casa, porque tenho muito espaço.

Em princípio se o tempo deixar, vai ser no jardim.

Amanhã começo já os primeiros preparativos.

Mas sei que vai ser uma trabalheira, mas não me importo é por um bom motivo.


Quando lhe perguntei, como queria a festa, tomei consciência que apenas no espaço de um ano eles mudam completamente a maneira de pensar. Até aqui, queria fazer sempre a festa, como ainda aconteceu o ano passado, numa escola de futebol, que tem um espaço próprio para festas de aniversário. Eles tratam de tudo,  desde a animação até à comida, e para mim era óptimo, porque não tinha trabalho nenhum, embora fosse um pouquito caro e o tempo fosse limitado a apenas 2h. Sendo em casa pedia-me sempre que alugasse insufláveis. Este ano, nada disso ele quer. Quer uma festa de anos mais soft. Com pufs espalhados pela relva, sítio para colocar a aparelhagem e a TV para o Karaoke e os comes e bebes e mais nada. E disse-me logo, "ó mãe nem penses em querer colocar balões, eu já não sou nenhuma criança".

 

Este meu filho está mesmo crescido

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Músicas que ouço no carro

por mimi, em 01.10.08

 

Skunk Anansie - you'll Follow Me Down

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2007
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2006
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D